sábado, 4 de novembro de 2017

Muito prazer, meu nome é Mudança. Você vai me aceitar no seu grupo de A.A.??

por H.C.

Essa pergunta tem como base a experiência relatada no livro "Os 12 Passos e As 12 Tradições" ocorrida em 1937, quando só existiam 2 grupos e que contribuiu para o nascimento da 3ª Tradição de AA.


"....o senhor permitirá que eu faça parte do seu grupo? Sou vítima de uma outra dependência ainda mais estigmatizante do que o próprio álcool...". 
O episódio narrado na 3ª Tradição, um inesperado pedido de ingresso, trouxe grande divergência de opiniões naquele grupo. Mas por fim, o ingressante foi aceito. 
Naquele momento, aconteceu uma ruptura num sistema pré estabelecido: alcoólicos anônimos, que servia apenas à alcoólicos puros, mudaria sua estrutura para aceitar alcoólicos com outras dependências nas mais variadas condições sociais.
Co-fundador de Alcoólicos Anônimos

Desde o nascimento das 12 Tradições de A.A. muitas coisas mudaram conforme a profecia do Dr. Bob. Mas a essência de A.A. não mudou. São exemplos disso: Os 12 Passos e as 12 Tradições; os Três Legados; Oração da Serenidade; a ideia do plano das 24 horas (só por hoje) e etc..

Ainda que não sejam todas ideias originais, foram incorporadas progressivamente nas estruturas básicas de A.A., não devendo ser alteradas sob a pena de colocar a própria irmandade em risco, conforme experiências mal sucedidas em grupos anteriores. E a irmandade somos nós. Eu e você. Acho que é daí que surgem as dúvidas sobre o que deve ser mantido e o que deve ser mudado dentro de um grupo.
Existe uma diferença entre mudar a essência de AA e o que podemos fazer para melhorar a prática dos Três Legados. Percebo que a essência de AA é imutável.
Quando digo "só por agora" ao invés de dizer "só por hoje" estou mudando uma estrutura básica. Consequentemente estou alterando a essência de AA. Isso deve ficar no campo pessoal. Fale assim quem bem o quiser.
Mas quando sugiro uma mudança na estrutura de um grupo, com o objetivo responsável de aprimorar e promover a prática dos Três Legados, estarei navegando dentro da essencial, saudável e inevitável mudança profetizada pelo Dr. Bob.

2 comentários:

  1. Sou um alcoólico cruzado. Sempre achei que meu problema era a cocaína e depois vim descobrir que se não bebesse o problema da cocaína está resolvido.
    Com algumas 24 horas livre do álcool automaticamente me livrei desse pó maldito.
    A maior droga de entrada para outras se inicia no álcool . O número de adictos cruzados hoje é enorme.
    Grande abraço. Gosto muito do site.
    Tenho um imenso testemunho sobre a adicção cruzada que posso lhe enviar caso interesse.

    ResponderExcluir
  2. Olá! Também sou cruzado. Na minha ativa, eu já desconfiava que o portão de entrada para as porcarias que eu consumia era o álcool. Também era usuário de cocaína. Na última fase da minha ativa, consegui ficar 8 meses bebendo álcool sem usar cocaína, até que voltei a usar essa droga. Percebi que tinha que cortar o mal pela raiz e essa raiz era realmente o álcool. Graças à irmandade de Alcoólicos Anônimos consegui parar de beber e parando de beber parei também de fumar cigarro e usar cocaína. Mas isso foi só um tímido começo. Descobri que eu precisava mudar minha estrutura interna, caso contrário viveria numa corda bamba onde um pequeno desequilíbrio me levaria à lona novamente. A compreensão do funcionamento dos 12 Passos de AA através das Reuniões de Literatura do meu grupo base vem me proporcionando uma vida com liberdade, responsabilidade e alegria a cada dia.
    Abraços.

    ResponderExcluir

Sejam todos bem-vindos com suas colaborações de qualquer natureza, excetuando tudo que infrinja as regras do bem proceder. Lembramos sempre que nenhum dos seus membros fala "em nome de" A.A., mas, no máximo, "de" A.A. As opiniões dos alcoólicos recuperados baseiam-se sempre na propriedade de suas experiências pessoais.